ÉTICA e GOLPES Archives - Negócio MMN | Negócio MMN

Entenda a Legitimidade do MMN
fev21

Entenda a Legitimidade do MMN

Existe legitimidade no Marketing Multinível? Ela é uma atividade moral, ética e reconhecida pela lei?
Saiba que no tocante a regulamentação da atividade do MMN a resposta é SIM. Porém essa questão ainda é maior do que essa simples afirmação. Isso porque no Brasil nem todas as empresas que dizem trabalhar com Multinível estão alinhadas aos critérios de conduta definidos pela Associação Brasileira de Empresas de Vendas Diretas – ABEVD

Leia Mais
Lavagem de Dinheiro e o “Laranja” do Multinível
jan28

Lavagem de Dinheiro e o “Laranja” do Multinível

Lavagem de Dinheiro resulta do fato de que o dinheiro adquirido veio de origem ilegal e, portanto, não declarado aos agentes fiscais ou falsamente declarado através de atividades fictícias, como por exemplo um pagamento de serviço não prestado ou uma doação vinculada a favores ou extorsões.
Desta forma, os criminosos se utilizam de práticas econômico-financeiras para esconder a verdadeira fonte dos seus bens e recursos.
E o termo “Laranja”, você sabe o que significa?

Leia Mais
A Semelhança entre Silvio Santos e o MMN
jun03

A Semelhança entre Silvio Santos e o MMN

Sim! Você leu certo. E essa não é nenhuma pegadinha do Programa Silvio Santos. É apenas a homenagem de um grande admirador a esse brasileiro de sucesso.
Todos conhecem Silvio Santos, o empresário e apresentador de televisão que começou sua carreira do zero até se tornar dono de um dos maiores conglomerados de mídia do país.

Leia Mais
O Marketing Multinível é uma Atividade Ética?
mar25

O Marketing Multinível é uma Atividade Ética?

Salomão, no livro de Provérbios, escreveu: “Quando não há conselho, fracassam os projetos, mas na multidão de conselheiros há bom êxito.”

Leia Mais
Qual a Diferença entre MMN e Pirâmide Financeira?
fev26

Qual a Diferença entre MMN e Pirâmide Financeira?

O Esquema de Ponzi ou Pirâmide Financeira é um modelo de negócios insustentável onde o dinheiro circula da base para o topo, ou seja, o capital de novos participantes é usado para remunerar os “criminosos” que iniciaram o golpe.
A falha deste modelo é explicada pela multiplicação exponencial dos participantes sem uma contrapartida de receita…

Leia Mais
SiteLock